A Linha de Produção

 

 

1ª Parte

 

1º A matéria prima é extraída, da adolescente que engravida, induzida pela pornografia, vinda das ondas televisivas.

2º É estocada na primeira infância, nos galpões de privação, pros neurônios em formação, serem destroçadas pela inanição.

3º Das alienantes salas escolares, é brutalmente exportada, pras medidas punitivas dos reformatórios, CDPs e penitenciárias.

4º Depois do ódio envelhecido, em tonéis de abandono, ganha o selo de qualidade, pra carbonizar carro junto com o dono.

 

 

2ª Parte

 

1º A criação da classe A, é induzida pra saída explosiva, pra pegar entre os escombros do caixa, as notas sem respingos de tinta.

2º Programadas pros domingos sangrentos, e as segundas lutuosas, inflam a liberação de corpos, tatuados com gramas de pólvora.

3º Perfuram vítimas e fardas até receberem, registro em cartório, com uma guia de sepultamento e em um atestado de óbito.

4º No fim do prazo de validade, deixam à urna vedada pra odores, pra serem descartadas como dejetos, numa cova sem lápide e flores.

 

 

 

Refrão:

 

Na linha de produção, da Fantástica Fábrica de Cadáver, todo favelado é um produto criado, pra atirar e morrer em combate.